domingo, maio 10, 2009


Ainda me lembro daqueles dias macabros, corredores escuros e mentes fantasiosas, do último e famigerado 4º ano do CEFET-RJ, sono e cansaço predominavam devido ao dia de trabalho que quase a totalidade dos alunos tinha, ainda que alguns guerreiros insistissem em avacalhar com a vida alheia mesmo nestas horas......
Em um destes aterrorizantes dias, normais como todos os outros, pudemos verificar fato memorável, não pela nobreza, mas pela sua infâmia.....Estávamos todos em sala, pelo menos corporalmente, supostamente assistindo aula dada pelo Professor Aridio, quando repentinamente escuto um grito, daqueles bem longos e aterrorizantes, que gastam todo o fôlego. Após isso fez-se um curto e infinito silêncio, não digo mortal porque ainda vivo, mas algo que o valha....Nestes pequenos instantes volto de algum lugar do mundo dos sonhos e olho amedrontado para o nosso querido professor, esperando em vão nele encontrar a esperada segurança, e rapidamente percebo que ele está na mesma situação que eu.....
Ainda nos angustiantes instantes, imediatamente após o grande berro, do fundo da sala grita nosso amigo Jotalhão: "Menos um brioco......" Todos riem da piada jocosa, o que alivia um pouco a tensão do momento, mas eu ainda continuava nervoso. Posteriormente disseram que o autor desta façanha foi o Tennessee, que nunca assumiu a autoria, e eu mais puto fiquei.......