sexta-feira, maio 07, 2004

O grande, o incrível, o fenomenal...
PEDRO ERNEEEEEEESTO!!!!!




Ano de 1993. Mimi, Queiroz e eu fazíamos nossa habitual peregrinação para o flipper da 28 de setembro quando ao passar pelo Maracanã vemos uma placa indicativa "Hospital Pedro Ernesto". Um dos dois solta: "Ué? O tal do hospital Pedro Ernesto fica por aqui?" e eu digo "sim, tamos quase lá. Ah, olha lá ele.". Só não havia percebido que havia mais uns três ou quatro estabelecimentos por perto que faziam referência ao ilustre nome. Tinha padaria Pedro Ernesto, lanchonete Pedro Ernesto, termas Pedro Ernesto... sei lá. O fato é que aquele grupinho de lojas fez os caras pensarem que tudo no bairro tinha aquele nome. Daí começou uma brincadeira boba, mas que eu lembro até hoje: sempre que se via algum comércio, chamávamos de Pedro Ernesto. "Ih, olha o açougue Pedro Ernesto", "olha o fliperama Pedro Ernesto"(nesse nós entramos), "olha a casa de umbanda Pedro Ernesto"... quando cansamos da brincadeira com as lojas, eu passei a procurar pretexto em tudo no bairro para falar sobre o Pedro Ernesto. "Ih, olha a casa onde Pedro Ernesto Nasceu!", "naquela ali Pedro Ernesto fez um aleijado andar", "naquela outra Pedro Ernesto descobriu um tesouro escondido", "naquela Pedro Ernesto deu uma topada"...

11 anos depois, finalmente eu resolvo matar a minha curiosidade e pesquiso sobre quem foi Pedro Ernesto. Pedro Ernesto do Rego Batista foi prefeito do Rio de janeiro nos anos 20 e, ao que tudo indica, foi um bom prefeito, tendo ido bastante às comunidades carentes mesmo depois de eleito (coisa que, se atualmente já é pouco comum, antigamente era quase um milagre). Foi preso quando Getúlio subiu ao poder e perdeu o cargo. Morreu de câncer aos 58 anos e teve o caixão carregado pelo povo. Bem, pelo menos segundo o site que eu pesquisei, o cara era quase um santo http://www.casaruibarbosa.gov.br/isabel_lustosa/artigos/personalidades/main_isabel_ernesto.htm
http://www.camara.rj.gov.br/acamara/histarte/verhist1.html


Como eu queria repetir pelo menos 20 vezes o nome de Pedro Ernesto no post, eu deveria enrolar mais um bocado para atingia a cota (faltam 3), mas vou abrir mão disto e me utilizar do método preguiçoso: Pedro Ernesto, Pedro Ernesto, Pedro Ernesto.

Gustavo Moore gosta de escrever em muitas línguas (português)
Gustavo Moore likes to write in many languages (english)
A Gustavo Moore piace scrivere in molti lingue (italiano)
Gustavo Moore uga buga cabuga uga buga bu (uga)